Ana səhifə

Quem eram as ninfas ?


Yüklə 26.51 Kb.
tarix01.05.2016
ölçüsü26.51 Kb.
NINFAS
QUEM ERAM AS NINFAS ?
Divindades menores ou espíritos da natureza, moradoras dos bosques, fontes, florestas, campinas, córregos e do mar, representadas como lindas virgens, amantes da música e da dança. As ninfas eram distinguidas de acordo com a parte da natureza que personificavam, e incluíam as Oceânides, ou filhas de Oceano, o oceano que flui ao redor da terra; as Náiades, ou filhas de Nereu, deus do mar, ninfas do Mar Mediterrâneo; as Potâmides, ninfas dos rios; as Náiades, ninfas dos córregos; as Oréiades, ninfas das montanhas; as Napéias, ninfas dos vales; Melíades, ninfas dos troncos e freixos; as Hamadríades, ninfas dos bosques e as Dríades, ninfas das florestas.
ARETUSA

Uma ninfa dos bosques, a favorita da deusa Ártemis. Um dia, enquanto Aretusa estava se lavando num córrego que pertencia ŕ Alfeu, um deus-rio, este apareceu e proclamou seu amor ŕ ela. Aretusa fugiu pelo oceano até a ilha de Ortígia, onde Ártemis transformou-a numa fonte. Mas Alfeu perseguiu-a e transformou-se num rio cujas águas se uniram ŕs da fonte. Antigamente, acreditava-se que o rio Alfeu corria pelo mar da Grécia e emergia na fonte de Aretusa, no porto de Siracusa, na Sicília.


CALÍOPE

ilha de Zeus e de Mnemósina. Seu nome significava duas coisas: "a que tem sensatez" e "a que tem uma bela voz". A primeira e mais importante das nove Musas. É a musa da eloqüęncia e da poesia heróica ou épica. Calíope é a măe de Orfeu e de Linus com Apolo. Ela foi o árbitro na disputa envolvendo Adonis, Perséfone e Afrodite. Era representada sentada e em atitude meditativa com um cotovelo apoiado no joelho, com uma pena e tábuas na outra măo, como se preparasse para escrever ou ler o que havia escrito.


CALIPSO
Uma ninfa do mar e filha do tită Atlas. Calipso vivia sozinha na fabulosa ilha de Ogígia. Quando o herói grego Odisseu naufragou em Ogígia, ela apaixonou-se por ele e manteve-o prisioneiro por sete anos. Embora ela prometesse imortalidade e juventude eterna se ele permanecesse na ilha, ela năo pode fazę-lo sobrepujar seu desejo de retornar para casa. Pela vontade de Zeus, ela finalmente libertou Odisseu e lhe deu recursos para construir uma jangada e sair da ilha. Morreu de mágoa depois que ele partiu.


CIRENE
Ninfa e măe de Aristeu. Apolo amou-a, levando-a para a Líbia onde foi fundada a cidade de Cirenaica.
DAFNE

Ninfa filha de Peneus, o deus-rio. Era a caçadora que se dedicou ŕ Ártemis, deusa da caça e, como a deusa ela também se recusou a casar. Apolo apaixonou-se por ela, e quando esta recusou o deus, ele perseguiu-a pelos bosques. Dafne orou a seu pai pedindo ajuda, e quando Apolo estava prestes a alcançá-la, Dafne foi transformada numa árvore de louros. Magoado com a sua transformaçăo, Apolo tornou o louro como sua árvore sagrada.


DANAIDES

As cinqüenta filhas de Danaus. Ele fugiu com suas filhas por medo de seu irmăo gęmeo Egito, mas os cinqüenta filhos de Egito os perseguiram até Argos e forçaram Danaus a oferecer suas filhas em casamento. Sob ordem do pai, as moças assassinaram seus maridos na noite do casamento. A única a poupar seu marido foi Hipermnestra. No Hades, as moças foram condenadas eternamente a colocarem água num vaso com buracos em seu fundo.


DÓRIS

Filha de Oceano e Tétis (que foram também deuses/deusas do mar). Doris tinha muitas irmăs. Era a mulher do deus do mar Nereu, seu meio-irmăo. Ela teve cinqüenta filhas chamadas de Nereidas.


DRÍADE

Ninfa das árvores e das florestas. De acordo com uma antiga lenda, cada dríade nascia junto com uma certa árvore, da qual ela exalava. Ela vivia poderia viver na árvore ou próxima ŕ ela. Justamente porque a dríade morria quando sua árvore era cortada ou morta, os deuses freqüentemente puniam quem destruía uma árvore. A palavra dríade era também usada num sentido geral para as ninfas que viviam na floresta.


DRÍOPE

Filha única do rei Dríops. Certo dia, enquanto pastoreava os rebanhos de seu pai, foi vista por Apolo que se aproximou dela na forma de uma tartaruga. Suas companheiras começaram a brincar com a tartaruga como se fosse uma bola e, ao fim, Dríope a apanhou e apertou-a contra o peito. Apolo entăo se transformou numa serpente e a possuiu. Dríope năo contou o sucedido e se casou com Andremon. De sua uniăo com Apolo nasceu Anfiso, que posteriormente fundou uma cidade. Outros relatos contam sobre demais seres com o mesmo nome, como a măe de Tarquito, rei de Latium. Há ainda a ninfa que arrebatou Hilas por causa de sua beleza.


ECO

Ninfa da montanha. Zeus convenceu-a a distrair sua esposa Hera com uma conversa contínua, de modo que esta năo pudesse espioná-lo. Irada, Hera tirou de Eco o poder da fala, deixando-lhe apenas a capacidade de repetir a sílaba final de cada palavra que ouvia. Um amor năo correspondido pelo belo Narciso, que amava apenas ŕ sua própria imagem refletida, fez a ninfa definhar de tristeza até desaparecer, restando dela apenas a voz, que repete os sons nas montanhas.

EGINA

Filha do deus-rio Asopo, foi roubada por Zeus. Seu pai começou a procurá-la e foi Sísifo quem delatou o nome do raptor. Egina foi levada por Zeus ŕ ilha de Oenome (que mais tarde passou a se chamar "Egina"), onde deu ŕ luz ŕ Aiakos. Mais tarde foi para a Tesália, onde se casou com Actor e teve um filho chamado Menoitios, o pai de Pátroclo e amante amigo de Aquiles.


EURÍDICE

Uma linda ninfa e esposa do músico-mestre Orfeu. Pouco depois de seu casamento, Eurídice foi mordida no pé por uma cobra e morreu. Desolado, Orfeu desceu ao mundo subterrâneo e procurou por sua esposa. Tocando sua lira, ele implorou ŕ Hades, deus dos mortos, para que desistisse de Eurídice. Sua música tocou Hades tăo profundamente que lhe foi permitido trazer sua esposa de volta, com a condiçăo de que ele năo olharia para trás para vę-la até que tivessem alcançado o mundo dos vivos. Eles já tinham quase completado sua ascensăo quando Orfeu, oprimido pelo amor e pela ansiedade, olhou para trás para ver se Eurídice estava seguindo-o. Com a promessa quebrada, Eurídice desapareceu para sempre no mundo dos mortos.


EURÍNOME

Uma das Oceânides dentre as muitas filhas de Oceano e Tétis, esposa de Ofion. Amada por Zeus, gerou as Cáritas ou Graças e ao deus-rio Asopo. Quando Hefaísto foi expulso do Olimpo por Hera, Eurínome e seu marido o acolheram. Penélope, esposa de Odisseu também tinha uma serva chamada Eurínome. A măe de Agenor também tinha o mesmo nome.


GALATÉA

Uma das 50 Nereidas, as filhas de Nereu, o velho homem do mar. A alegre e hilária ninfa do mar era amada pelo Ciclope Polífemo, um gigante feio com um olho enorme no meio da testa. Entretanto, Galátea năo correspondeu a seu amor; aborreceu-o e zombou dele, dando-lhe grandes esperanças com palavras bondosas e depois rejeitando-o. Em lendas posteriores, Galátea finalmente se apaixonou por Acis, um belo príncipe que Polífemo matou num momento de cólera. Na mitologia romana, Galátea era o nome da estátua de uma linda mulher que foi trazida ŕ vida por Vęnus, deusa do amor, em resposta ŕs oraçőes do escultor Pigmaliăo, que havia se apaixonado pela sua própria criaçăo.


HÍADAS

Ninfas filhas de Atlas. Recolheram e criaram o deus Dionísio quando criança. Quando seu irmăo Hías morreu durante uma caçada, as Híadas também morreram de desgosto e foram transformadas em estrelas. Eram irmăs das Plęiades.


LIRÍOPE

Măe de Narciso com o deus-rio Céfiso. Narciso se apaixonou por si mesmo e há duas versőes para sua história: a primeira é de que ele se transformou em uma flor (Narciso). A segunda é de que ele se afogou nas águas do rio onde admirava seu próprio reflexo. Outros relatos informam que Narciso era filho de Endimiăo e de Selene.


MAIA

A mais velha das sete Plęiades, filha de Atlas, măe de Hermes.


NÁIADES

Ninfas dos rios, córregos e fontes. Dotadas de juventude e extrema beleza, tinham o dom da música e dança. Ŕs Náiades também eram creditados poderes de cura e profecia.


NEREIDAS

Ninfas do Mar Mediterrâneo. Eram as 50 adoráveis filhas de Nereu, o velho homem do mar, e sua esposa, Dóris. Viviam no fundo do mar, mas freqüentemente vinham ŕ superfície para ajudar marinheiros e outros viajantes. Acreditava-se que podiam viajar sobre golfinhos e outros animais marinhos. As mais famosas dentre as Nereidas foram Tétis, a măe de Aquiles; Anfitrite, a esposa de Posęidon, deus do mar; e Galatéia, amado pelo Ciclope Polífemo.

OCEÂNIDES

Eram as ninfas do grande oceano, as filhas de Oceano e Tétis. Eram aproximadamente em número de quatro mil seres. Eram muitas vezes tímidas, mas outras vezes eram amantes passionais. A maior parte do tempo as ninfas eram gentis com os mortais, mas muitas vezes puniam as pessoas que as maltratavam. Viviam por longo tempo, mas năo eram consideradas imortais.


ORÉIADES

Ninfas dos grotőes e montanhas. Uma das Oréiades mais famosas foi Eco, que foi privada do dom da fala pela deusa Hera e só podia repetir as últimas palavras que lhe eram dita.


PERSE

Também "Perseis", foi uma das Oceânides e uma das tręs mil filhas de Oceano e Tethys. Com o deus-sol Hélio ela se tornou măe de Calipso, Aietes, Circe, Pasifaé.


PLEIONE

Uma das Oceânides, e com Atlas a măe das sete Plęiades.


SÁLMACIS

Ninfa da primavera. Ela amou Hermafrodito e foi assegurado seu pedido para se unir a ele, mas os deuses colocaram ambos num mesmo corpo. Isso gerou a sexualidade dupla de Hermafrodito e a lenda de que a primaveril Salmácis tornava efeminados aqueles que se banhavam ou bebiam de suas água.


SEREIAS

(Ou sirenes). Ninfas do mar, com corpos de pássaros e cabeças de mulheres, as filhas do deus do mar Fórcis. As Sirenes tinham vozes tăo doces que os marinheiros que ouviam suas cançőes eram atraídos para as pedras onde as ninfas cantavam. Odisseu (Ulisses) foi capaz de passar pela ilha das sereias com segurança porque, seguindo o conselho da feiticeira Circe, ele vedou os ouvidos de seus companheiros com cera e mandou que o amarassem firmemente ao mastro do navio de modo que ouvisse as cançőes sem perigo. Em outra lenda, os Argonautas escaparam das Sirenes porque Orfeu, quem estava ŕ bordo do Argos, cantou tăo docemente que abafou a cançăo das ninfas. De acordo com lendas posteriores, as Sirenes, atormentadas pela fuga de Odisseu ou pela vitória de Orfeu sobre seu canto, atiraram-se no mar e pereceram.


TAIGETA

Uma das Plęiades, ela foi amada por Zeus, mas pediu ŕ Artemis para ajudá-la. Artemis a transformou em uma corça, mas Zeus tirou proveito dela enquanto estava inconsciente e juntos geraram ŕ Lacedemon.


TERPSÍCORE

Uma das nove musas. É a musa da dança e do coral dramático, e mais tarde ficou conhecida como musa da poesia lírica. É comumente representada sentada e segurando uma lira. De acordo com algumas tradiçőes, ela é a măe das Sirenes com o deus-rio Aquelós. É também ocasionalmente mencionada como a măe de Lino, com Apolo.


THÉTIS

Ou Tétis, divindade marinha filha de Nereu, mulher de Peleu, măe de Aquiles. Mergulhou o filho no Éstige para o tornar invulnerável.


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©anasahife.org 2016
rəhbərliyinə müraciət